A Biodanza

Biodanza é um convite à expressão e um caminho em direção à saúde." As emoções que não se expressam alojam-se em nossos órgãos e nos adoecem." Rolando Toro

Todo ser humano nasce com potencial para resolver seus problemas. Por isso é preciso progressivamente reforçar a sua identidade, alcançar a liberdade interna e, assim  assumir a direção da própria existência.

Segundo Rolando Toro, a Biodanza se destina à integração da identidade profunda do ser humano, com a revelação da sensibilidade quanto à vida e suas manifestações, assim como uma auto-evolução no sentido ontológico do termo, através de um processo de transformação natural. Nas palavras do próprio Criador , a Biodanza é "um sistema que reintegra os seres humanos para viver a vida plenamente, com toda a sua intensidade". Temos pouco a pouco esquecido a importância de coisas tão fundamentais para conseguir uma vida feliz como respirar, caminhar, comunicar nossas emocõese sentimentos, compartilhar, amar… Nós esquecemos de sentir.

A Biodanza pretende despertar estas funcões inatas do ser humano que estão quase totalmente reprimidas em nossa civilização. Utilizamos uma metodologia simples e afetiva que facilita a conexão de cada um consigo mesmo (suas necessidades e desejos), com o outro (amigos, familiares, companheiros…) e com a totalidade ( todo o Universo em sua plenitude)

Não é necessário saber dançar!



Origem

A Biodanza foi criada na década de 60 pelo psicólogo, poeta e pintor , chileno Rolando Toro Araneda.

A Biodanza é um sistema de aceleração de processos integrativos, a nível celular,metabólico neuro endócrino, imunológico e existencial, mediante ambiente enriquecido com músicas específicas, movimentos integradores e carícias que deflagram vivências.

Segundo a abordagem da Biodanza, Integração Afetiva significa o restabelecimento da unidade perdida entre percepção, motricidade, afetividade e funções viscerais. Renovação orgânica seria o restabelecimento da harmonia homeostática e Reaprendizagem das Funções Originárias da Vida, como uma retro alimentação do comportamento e do estilo de vida com seus instintos conservadores básicos.

Foi acreditando na força da Dança e da Música que Rolando Toro, docente da Pontifícia Universidade Católica de Santiago, e da Escola de Medicina da Universidade do Chile, iniciou a criação do Sistema Biodanza na década de 60.



Como é desenvolvido o encontro?

Não é necessário saber dançar ou ter conhecimento sobre música, pois se trata de movimentos criados por meio da pesquisa  e já testados, de maneira a não apresentarem dificuldades na sua execução por qualquer pessoa independente de idade ou sexo.

Roda de Pessoas
Biodanza não acontece no solitário, a roda é formada por um coletivo de pessoas que desejam integrar se junto a vida.

É um chamado para que as  pessoas entrem em contato com os seus desejos simples, primoridiais e possam progressivamente ir buscando a partir de uma integração coerente onde o sentir-pensar-agir acontecem juntos rumo ao auto conhecimento.

O encontro é realizado em aulas semanais ou quinzenais, com duração aproximada de duas horas  a três horas, sob a orientação de um professor formado pela Biocentric Foundation (Chile), a qual vem pesquisando e desenvolvendo o método Biodanza desde 1965.

O Primeiro Momento É Verbal:
uma pausa para a escuta e fala afetiva emocionada , caracterizado por reflexões sobre as experiências vivenciadas durante as danças vitais, procurando perceber as vivências dentro de um projeto existencial. Ou seja, uma reflexão sobre o sentido da nossa sobrevivência individual no interior dos diversos grupos a que pertencemos e nos quais convivemos.

O Segundo Momento É Vivêncial:
são usados estímulos musicais combinados com movimentos corporais pré-definidos (danças) e consignas oferecidas pelo facilitador do encontro , os quais levam a formas de contato e cuidado , sempre estabelecendo um relação em feedback.

Fonte: Informações extraídas dos materiais teóricos da: INTERNATIONAL BIOCENTRIC FOUNDATION



Linhas de Vivência

O Sistema Biodanza  tem sua metodologia desenhada por meio de um Modelo Teórico de Identidade, nele contam linhas de vivências, as quais fazem parte do meu caminhar pela vida .

São elas:

 Vitalidade:
Potencializa o ímpeto vital a auto-regulação da vida. Significa ter fortes motivações para viver e possuir energia disponível para as ações (ímpeto vital). Sentimentos de alegria interior, entusiasmo e plenitude existencial são características de uma pessoa vital. A vitalidade está vinculada ao humor endógeno (estados de ânimo eufórico ou depressivo);

Sexualidade:
A sexualidade possue um papel determinante na reproducão das especies e na continuidade de vida. No ser humano a sexualidade está associada ao prazer de viver. Sexualidade e vida caminham juntas ligadas. O desejo, o prazer é uma fonte de alimento para a vida. A vida só existe porque existe a sexualidade... Porque existe o erotísmo, o amor sem dualidade.

Criatividade:
Aprender a aprender, inovar, flexibilizar a vida. Renovar-se interiormente sempre no cotidiano da vida. Criatividade é uma maniera do ser humano se manifestar e expressar com impulso de inovação frente à realidade de sua maneira de viver. E expressão criativa é sempre um novo jeito de viver.

Afetividade:
É a criação e manutenção de vínculos, competência inter pessoal e grupal, oriunda de uma expressão afetiva espontânea consigo, com o outro e com a natureza. Afetividade é um estado de afinidade profunda com todos os seres, capaz de originar sentimentos de amor, amizade, altruísmo, maternal, paternal e companheirismo.

Transcêndencia:
Na Biodanza o conceito de trascendência refere a funcão natural do ser humano se vincular com a exitência de todo os seres: humanos, animais, vegetais, minerais; em sintonia com a totalidade cósmica. Trascender é " Superar um Limite".( Toro,R ) Percepção do ser e da organização integradas ao Universo. Cuidar da terra. Evoluir a consciência para ser um participante integrado no movimento do universo.

Voltar ao Topo